Trens voltam a circular normalmente só neste sábado

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) informa que deve ser liberada até o fim da noite desta sexta-feira (18) uma das vias da linha 7-Rubi (Luz–Jundiaí). O trecho entre as estações Baltazar Fidélis e Francisco Morato está interditado desde as 23h15 de ontem (17) em decorrência do descarrilamento de três das cinco locomotivas de carga de um comboio da empresa MRS. O compartilhamento das linhas da CPTM entre trens de passageiros e de carga é determinado pela legislação federal (decreto 1832, de 1996) devido à inexistência de uma via exclusiva para transporte de ferroviário de carga, de responsabilidade da União.

A previsão inicial de que uma das vias seria liberada antes do fim da tarde não pôde ser cumprida porque o guindaste da MRS que trabalhava na retirada da terceira locomotiva quebrou no momento da operação. Equipes de manutenção da CPTM e da MRS estão trabalhando no local para resolver a situação o quanto antes. A Companhia vai apurar as causas do acidente.

No momento, a operação na linha 7-Rubi está sendo realizada somente entre as estações Luz e Baltazar Fidélis e entre Francisco Morato e Jundiaí. Para transportar os passageiros no fim da tarde e noite de hoje, a CPTM acionou a operação Paese que disponibilizará 60 ônibus gratuitos para o transporte dos usuários entre as estações Francisco Morato e Franco da Rocha. Os usuários estão sendo orientados pelo serviço de som das estações e trens e pelas redes sociais.

A perspectiva é que a operação na linha seja completamente normalizada neste sábado (19). A maior concentração das viagens dos trens de carga, cerca de 60%, ocorre no período noturno e na madrugada dos dias úteis ou aos sábados e domingos, quando o fluxo de passageiros é menor, mas também existem faixas para circulação de trens menores durante o período diurno. A CPTM não permite a circulação de trens de carga durante os horários de pico.

Somente depois que o Governo Federal construir o ferroanel as linhas da CPTM poderão passar a ser usadas exclusivamente para transporte de passageiros, o que vai sanar um gargalo logístico e possibilitar que o serviço aos milhões de cidadãos que usam os trens da Companhia diariamente seja aprimorado.

Vale ressaltar ainda que o Governo de São Paulo está contribuindo para a implantação do ferroanel. A Dersa já está finalizando o projeto de engenharia, realizando as audiências públicas para aprovação do Estudo de Impacto Ambiental (EIA-RIMA) e executando as obras comuns do ferroanel nas obras do Rodoanel Norte.

Domingo com redução

A CPTM informa que no domingo, dia 20, haverá durante todo o dia obras de manutenção na rede e os trens vão circular com maior intervalo e velocidade reduzida, na linha 7 Rubí.