Grendacc é alvo de furto mais uma vez

O GRENDACC – Grupo em Defesa da Criança com Câncer foi mais uma vez alvo de criminosos. Na madrugada desta sexta-feira um homem furtou uma porta de alumínio e conseguiu fugir.

Segundo a Verci Andrêo Bútalo, diretora-presidente do Grendacc, foi a segunda vez que a unidade foi atacada somente está semana.

Ela divulgou nota sobre o ocorrido. Leia abaixo:

“Não dá para acreditar que nem mesmo as instituições que dão apoio a crianças e adolescentes são perdoadas quando indivíduos inescrupulosos resolvem se apoderar, através de furto, de bens públicos que só vêm a favorecer os mais necessitados.

Mais uma vez o GRENDACC – Grupo em Defesa da Criança com Câncer, foi visitado na madrugada de hoje por um desses bandidos que levou nada menos que uma porta de alumínio do depósito de lixo. E não se surpreendam, foi a segunda vez nessa semana…

Como se já não bastasse a dificuldade financeira pela qual a instituição vem passando, ainda vai ter que arcar com mais este custo, que não estava previsto, para colocar em ordem o espaço que foi depredado na madrugada.

Já aconteceram aqui vários pequenos furtos, principalmente visando o Bazar Permanente e, com esses acontecimentos, tivemos de dobrar a vigilância, acrescentando ao nosso orçamento um valor muito além do que havíamos programado, mas agora o estrago foi praticamente na calçada onde se encontra nosso depósito de resíduos. E, pasmem-se, mesmo com duas viaturas de polícia em seu encalço, além de dois seguranças da instituição, o meliante conseguiu fugir levando a porta na cabeça.

Em que mundo estamos vivendo? Será que nem mesmo espaços dedicados a auxiliar o próximo estão livres de serem atacados? Será que esse celerado não tem filho, sobrinho ou quem sabe irmão que pode um dia vir a precisar do atendimento desta associação de apoio?

Sei que o GRENDACC não é a primeira nem vai ser a última instituição visitada e covardemente roubada por esses marginais, mas fica aqui o meu profundo desapontamento ao ver que os valores morais estão cada vez mais em baixa e que, nada nem ninguém, está livre de passar pela experiência pela qual passamos na madrugada desta sexta-feira, fato este que, além do prejuízo monetário, nos trouxe muito aborrecimento.

Mesmo assim, peço a Deus que, apesar de todos esses contratempos, nunca nos falte coragem e disposição para que possamos ir em busca dos nossos objetivos, e principalmente, correr atrás do prejuízo.”