Jundiaí ganha programa de apadrinhamento

Crianças e adolescentes que tiveram de ser afastados de seus familiares e que ainda não têm previsão de retornarem para suas famílias de origem ou de irem para famílias substitutas precisam de uma referência de um adulto que possa acompanhá-lo, orientá-los e mostrar a eles como é viver em sociedade. Essa é a figura do “Padrinho Legal”, uma nova forma de ajudar crianças e adolescentes acolhidos e que representa uma novidade em Jundiaí.

O apadrinhamento afetivo surgiu no Estado de São Paulo no começo do ano passado e começou a funcionar em algumas instituições. Em Jundiaí, os setores técnicos de Serviço Social e Psicologia da Vara da Infância e Juventude, o Conselho Tutelar e os Serviços de Acolhimento Institucional e Familiar se uniram para elaborar o programa “Padrinho Legal”;
Esses padrinhos serão pessoas que, mais do que ter contato com as crianças e adolescentes acolhidos, serão referências para eles na sociedade, com a função de acompanhar o desenvolvimento escolar, profissional e pessoal desses acolhidos, orientando-os no que for preciso. O programa é voltado para crianças e adolescentes com poucas chances de voltarem para suas famílias de origem ou de serem adotados.

Desta forma, o padrinho ficará com a função de ajudar a preparar essas crianças e adolescentes para o dia a dia que terão de enfrentar quando fizerem 18 anos e tiverem de sair das instituições onde estão acolhidos. De acordo com o projeto, eles ficarão encarregados de criar e estimular a manutenção de vínculos afetivos, ampliando as oportunidades de convivência familiar e comunitária.

O treinamento para as pessoas interessadas em conhecerem e participarem do programa Padrinho Legal será no dia 1 de abril, das 8h30 às 12h30. Para participar é preciso se inscrever até o dia 23 de março. A oficina para quem se sentir pronto para apadrinhar umas crianças ou adolescente será no dia 8 de abril, das 9 às 12 h e das 13 às 16h. Informações e inscrições na Casa Transitória Nossa Senhora Aparecida, pelo 4521-5743.