Mil pessoas passam pelo mutirão da Saúde

Centenas de pacientes que estavam na fila de espera por um exame ou consulta médica nas áreas de pneumologia e ortopedia foram atendidos sábado (11), no Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), no início do programa “Saúde em Dia”, lançado na sexta-feira (10) pelo prefeito Luiz Fernando Machado com o objetivo de reduzir a fila de espera da saúde em Jundiaí. A expectativa da Unidade de Gestão da Saúde é atender cerca de 1 mil pessoas somente neste fim de semana.

A auxiliar de enfermagem Ariane Ferracini, que esperava há seis meses por uma consulta, chegou cedo ao hospital para ser atendida. Ela conta que ficou muito feliz quando recebeu a ligação da Unidade Básica de Saúde do Agapeama, bairro onde mora, avisando da consulta. “Estou fazendo um tratamento preparatório para uma cirurgia bariátrica (redução de estômago) e precisava muito passar por um pneumologista. O programa (Saúde em Dia) foi lançado em muito boa hora porque a saúde vem sempre em primeiro lugar”, disse.

A dona de casa Carmen Lúcia Quintilhano também chegou cedo ao hospital, mas para levar a neta, que esperava há meses para passar por um ortopedista. “Eu trouxe os exames que ela fez para saber se seria preciso usar botas ortopédicas. Esperei menos de 15 minutos pelo atendimento e ouvi do médico que está tudo bem com minha neta”, comemorou.

Já a também dona de casa Ana Cláudia Lima nem precisou esperar muito. Operada da coluna há dez anos, ela conta que sentiu dores há uns quinze dias e procurou a UBS da Vila Comercial, que ficou de marcar uma consulta com um ortopedista. “Ontem me ligaram e marcaram o atendimento para hoje, dentro deste programa. Passei pelo médico, fiz um raio-x e agora vou fazer fisioterapia. O atendimento foi excelente”, afirmou.

Todos os pacientes foram orientados a levar os exames feitos recentemente para avaliação dos médicos, evitando, assim, a realização desnecessária de procedimentos. “Isso foi muito importante porque gera uma economia de recursos e também de tempo”, destacou a diretora de atenção à Saúde, Viviane dos Santos Vachi.

A fim de evitar um novo aumento na fila de espera, os pacientes que foram atendidos e precisam passar por outros exames mais complexos tiveram suas datas de retorno para realização do procedimento marcadas na hora. “Isso é fundamental para atingirmos o nosso objetivo de praticamente zerar a fila até abril”, disse o gestor da Saúde, Vagner Vilela.

O programa “Saúde em Dia” vai disponibilizar 10.598 vagas de consultas para diferentes especialidades e 426 mil exames entre análises clínicas, tomografia, ultrassonografia, radiografia e duplex scan (exame utilizado para avaliação de vasos sanguíneos e suas doenças). Além do HSVP, os atendimentos serão realizados também no Núcleo Integrado de Saúde (NIS) e no Ambulatório Médico de Especialidades (AME).

Acompanhado do gestor de Governo e Finanças, José Antônio Parimoschi, o prefeito Luiz Fernando Machado visitou o hospital na manhã deste sábado para conversar com os pacientes e acompanhar de perto o início do programa.

O repórter Sandro Zeppi e o cinegrafista Seninha gravaram matéria sobre o drama da menina Lara, de 5 anos, que há mais de um ano aguardava na fila de espera para receber uma órtese para  corrigir uma falha no pezinho. A mãe Carla Aparecida Gomes elogiou o mutirão realizado pela Prefeitura.

A Secretaria de Saúde informa que a população deve procurar as Unidades Básicas de Saúde para fazer agendamento de consultas.