Hospital São Vicente atinge capacidade máxima

O Hospital São Vicente de Paulo, no Centro de Jundiaí, atingiu neste domingo (22) a sua capacidade máxima de receber pacientes. A direção do Hospital emitiu comunicado aos órgãos reguladores, aos serviços de emergências das cidades vizinhas e também ao SAMU, serviços de ambulâncias, Corpo de Bombeiros e concessionárias para que não levem pacientes para a unidade.

No momento o Hospital São Vicente está com 79 pacientes e não há mais leitos. Desses, seis estão em equipamentos com ventilação mecânica e não existem mais vagas para Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

A mãe de um jovem que sofreu acidente de trânsito em Campo Limpo Paulista publicou no Facebook fotos do filho todo machucado e fazendo apelo para as autoridades do Governo do Estado a fim de encontrar vaga em UTI para o rapaz, que corre risco de morrer.

Uma outra moradora de Várzea Paulista implora para o Governo do Estado “abrir as portas do Hospital Regional” para receber os pacientes que não podem ir para o Hospital São Vicente de Paulo.

A direção do Hospital São Vicente pede compreensão das concessionárias Colinas, Bandeiras e AutoBAn, para que não transportem para o Pronto Socorro as vítimas de acidentes em suas rodovias e busquem alternativas em suas áreas de atuação. O momento é crítico e delicado. A capacidade máxima foi esgotada.

A Prefeitura de Jundiaí, que investe pesado na manutenção do São Vicente, vem fazendo contatos com a Central de Regulação de Ofertas de Saúde para tentar contornar a situação e reforça o pedido para os municípios vizinhos não trazerem pacientes para a unidade hospitalar nesse momento crítico.