Motorista vai a julgamento por acidente de trânsito

O Tribunal do Júri de Jundiaí se reúne, nesta quinta-feira (19), para decidir o futuro de Thiago Lima Alves Andersen. No dia 7 de setembro de 2013, de madrugada, ele se envolveu em acidente de trânsito com uma Zafira e um Gol em que estavam Andressa Rebelo Fonseca e Renan Sulato Barbalho, de 26 anos. O casal morreu.

O acidente foi no cruzamento das ruas Fernando Arens com a Moreira César, na Vila Arens. Na época houve muita polêmica o caso, porque a Polícia Militar não realizou o teste de bafômetro.

O delegado do Plantão, Marco Antônio Ferreira Lopes, requisitou realização de coleta de sangue do motorista.

O julgamento será presidido pelo juiz Jefferson Barbin Torelli.

O Ministério Público denunciou o motorista por homicídio simples consumado duas vezes.

Para se defender das acusações do julgamento que tem início às 10 horas, o réu contratou os advogados Tarcísio Germano de Lemos, Lia Valéria Dias de Lemos e Marco Aurélio de Lemos.

O público pode acompanhar o julgamento que ocorre no 2º andar do Palácio da Justiça.