Polícia Civil fiscaliza postos em Jundiaí

A Polícia Civil, o Instituto de Pesos e Medidas e a Secretaria da Fazenda do Estado realizaram neste sábado (14) uma operação para fiscalizar postos de combustíveis.

Foram visitados pelos agentes vários estabelecimentos da cidade.

Curiosamente um deles fechou na véspera da blitz, o que levanta suspeitas sobre as atividades praticadas no local.

A Polícia Civil orienta os consumidores que suspeitarem da qualidade do combustível para procurar uma delegacia e registrar boletim de ocorrência, para averiguação. A partir daí os policiais podem colher amostras e contra-prova para análise em laboratório.

A Secretaria da Fazenda de Jundiaí já cassou vários alvarás de funcionamento de postos. Portanto é importante a elaboração do boletim de ocorrência para que tudo fique registrado.

Alguns consumidores chegam a publicar vídeos nas redes sociais denunciando postos, mas antes de tudo devem fazer o B.O., para que a Polícia tenha condições de prender em flagrante o proprietário ou o gerente, responsáveis pelas adulterações.

Segundo a Polícia Civil, nos postos verificados, não havia venda de combustível abaixo do que é marcado na bomba.

Agora os laboratórios é que vão informar se a gasolina era gasolina e se o álcool era álcool; ou se havia solventes ou água como ingredientes, nas amostras coletadas durante a manhã deste sábado (14).

Os trabalhos foram coordenados pelo delegado da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Luís Carlos Duarte e pelo Seccional, Luiz Carlos Branco Júnior.