Wet’n Wild nega irregularidades nos salários

Os frequentadores do parque aquático Wet’n Wild, na Rodovia dos Bandeirantes, foram surpreendidos na manhã desta segunda-feira (12) com faixas fixadas pelo Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Diversão, dando a entender que a categoria vai entrar em greve devido atrasos nos salários e não pagamento dos benefícios trabalhistas.

O parque aquático Wet’n Wild enviou nota ao “Jornal da Região” onde esclarece que não houve nenhuma manifestação de qualquer natureza por parte dos funcionários, que trabalharam normalmente em suas atividades e que “não há e nem nunca houve pendência referente aos salários e benefícios”.

O que ocorreu foi um ato do SINDIVERSÃO, “sem envolvimento algum dos seus colaboradores”.

O parque diz ainda em nota enviada ao “Jornal da Região” que a “reposição salarial referente ao dissídio foi paga a todos os funcionários, sem exceção, os quais recebem, como sempre, os seus salários atualizados e rigorosamente em dia. A última reposição salarial foi aplicada, inclusive, com um percentual de reajuste salarial acima do INPC – Índice Nacional de Preços ao Consumidor.

O Wet´n Wild reafirma seu compromisso inalienável com a Ética, com a Verdade e com a Legalidade, e repudia todo ato que desrespeite estes fundamentos irrenunciáveis do estado democrático de direito.

A administração da companhia coloca-se à inteira disposição de quem quer que seja para comprovar a verdade”.