Pastor diz que foi mal interpretado em postagem no Facebook

O pastor e vereador Roberto Conde de Andrade se viu no meio de uma polêmica, após a publicação de fotos da comemoração do Dia da Umbanda na Câmara Municipal. Segundo o vereador ele achou bonita e marcante a cerimônia de comemoração da data, postando fotos em sua página do Facebook.

Conde disse que foi mal interpretado ao comentar que o povo de Deus deveria orar por Jundiaí, já que a sua intenção era chamar a atenção dos evangélicos, uma vez que em homenagem recente destinada aos protestantes a Câmara Municipal não ficou tão cheia, como fizeram os seguidores da umbanda. “Eu vou procurar o vereador e delegado Paulo Sérgio Martins para me explicar. Eu fui mal entendido”, disse.

O vereador que também é pastor da Igreja Universal do Reino de Deus disse que já votou vários projetos a pedido do pessoal da umbanda. Disse que saiu do plenário logo depois para tratar de assuntos particulares e retirou a postagem do Facebook porque algumas pessoas passaram a ofendê-lo e ameaçaram a sua família, inclusive de morte. Ele copiou as mensagens ofensivas para as devidas providências.

Roberto Conde disse que a Câmara Municipal é seu ambiente de trabalho e sempre publica fotos de mobilizações da sociedade em sua página. “Nunca tive problemas como dessa vez”.

A postagem segundo o vereador foi “para relatar um evento que estava ocorrendo” e “como pastor não posso pedir para os evangélicos uma oração para Jundiaí?”, questionou.