Moradores de Várzea pedem intervenção da Justiça

Moradores do Jardim Paulista e da Vila Real, em Várzea Paulista, pedem intervenção da Justiça – como fez o juiz de Jundiaí, Jefferson Barbin Torelli -, para suspender os encontros de funk na avenida Pacaembú.

As festas ocorrem no meio da rua, com som alto das 21 horas até às 4 horas e muitos trabalhadores não conseguem dormir para ir ao serviço no dia seguinte.

O “JR” publicou foto da banca de drogas no meio da rua, onde traficantes vendem livremente entorpecentes para adolescentes.

Há pouco tempo jovens comentaram em postagem o caso de uma adolescente de 14 anos que se drogou e “manteve relações sexuais” com mais de 10 homens em uma única noite. A jovem é moradora de Jundiaí.

Moradores dizem que não conseguem ficar em casa e sugerem para a Prefeitura exigir a realização desses eventos em locais fechados e com acústica, para não incomodar vizinhos.

 

%d blogueiros gostam disto: