Aposentados da Prefeitura não ficarão sem salários

O Sindicato dos Servidores Públicos de Jundiaí programou para esta quarta-feira, dia 9, às 10 horas, uma manifestação na Prefeitura diante de comentários de que os salários e benefícios dos aposentados e pensionistas não seriam pagos, devido pedido de exoneração da diretora presidente Fabiane Palmarini e a substituição por outro nome, que não teve referendo do Conselho do Instituto de Previdência dos Servidores (Iprejun). A Prefeitura de Jundiaí emitiu uma nota nesta terça-feira (08) esclarecendo que os pagamentos dos aposentados vai ocorrer normalmente, sem riscos algum, independente da nomeação do novo presidente. Fabiane pediu exoneração para tratamento de saúde.

Veja a nota da Prefeitura:

“A Prefeitura de Jundiaí esclarece que não há risco de não recebimento dos vencimentos de aposentadoria dos funcionários aposentados, tendo em vista que esses pagamentos podem ser feitos pela diretoria financeira do IPREJUN. Tal procedimento independente da questão acerca da nomeação e “validação” do nome pelo conselho.

Conforme já informado ao Conselho na tarde de segunda-feira (07), todas as providências administrativas do IPREJUN seguirão dentro da mais absoluta normalidade. Ficou ajustado com o Conselho que na próxima Imprensa Oficial (quarta-feira, dia 09), serão publicadas as portarias que possibilitarão não só que o pagamento dos adiantamentos ocorra normalmente, mas também a prática de todos os demais atos da rotina administrativa do Instituto”.

O Iprejun voltou a ser notícia também com o pedido da conselheira do Tribunal de Contas do Estado, em um parecer técnico, de rejeição das contas do ex-prefeito Pedro Bigardi, devido não pagamento de empréstimos contraídos pela Prefeitura durante o ano de 2015. Bigardi disse que vai recorrer. Leia mais sobre o assunto, clique aqui.

%d blogueiros gostam disto: