Padrasto é preso por tentar matar menina de 2 anos

A Guarda Municipal de Itupeva deteve um homem na madrugada desta sexta-feira acusado de espancar a enteada de dois anos.

Ele fugiu do Hospital Universitário, em Jundiaí, onde a menina está internada, mas acabou sendo preso na porta de casa, na cidade vizinha.

De acordo com o delegado titular de Itupeva, Dr. Adalberto Ceolin, a equipe médica acionou o Conselho Tutelar por conta dos ferimentos apresentados.

A viatura composta pelos GMs Susiene e Claudinei, sob supervisão do sub inspetor Leandro, foi solicitada a comparecer na delegacia da cidade, à princípio para apoiar o Conselho Tutelar.

A Guarda informou que compareceu no Hospital Universitário para averiguar a suspeita de que uma criança de apenas dois anos teria sido internada após apanhar do próprio padrasto.

A menina está com traumatismo crânio encefálico.

A mãe, uma adolescente de 17 anos, disse no hospital que a filha havia caído no banheiro, porém a criança dizia a todo momento que “papai bateu”.

Ao perceber a presença do Conselho Tutelar no HU, o autor João Victor dos Santos, de 19 anos, fugiu do local.

A equipe da GM, em posse das características e vestes do autor, fez buscas nas proximidades do hospital e seguiu até a residência da família, em Itupeva.

O rapaz foi encontrado na calçada, em frente de sua casa.

Assim que viu a equipe da Guarda o autor mostrou-se nervoso porém foi detido e encaminhado a DP, onde a autoridade, ciente dos fatos, determinou a prisão em flagrante delito em desfavor do indiciado nos crimes de homicídio qualificado tentado e tortura.

Ele foi encaminhado ao Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista, onde permanece à disposição da Justiça.

A menina segue internada sem previsão de alta.