Empresa busca transformar unidade de Jundiaí em polo exportador

Durante encontro com o prefeito Luiz Fernando Machado, na manhã desta quinta-feira (3), executivos da Pilot Pen (fabricante de canetas especiais) afirmaram que está nos planos da empresa transformar a fábrica de Jundiaí em um polo exportador de uma caneta esferográfica lançada recentemente pelo grupo, totalmente desenvolvida e fabricada na cidade. A empresa, que emprega diretamente cerca de 170 pessoas no município, detém atualmente 90% do mercado de marcadores de texto no País.

Também participaram da reunião representantes da Klabin, que emprega cerca de 1 mil pessoas em suas duas unidades em Jundiaí e é líder no mercado nacional de papéis, cartões e embalagens. Os executivos da empresa falaram sobre os investimentos feitos recentemente na cidade e demonstraram otimismo em relação ao futuro da economia local.

O prefeito Luiz Fernando Machado ressaltou que melhorar a relação entre o poder público e a iniciativa privada é uma das prioridades desta gestão. “Queremos atuar como facilitadores do desenvolvimento. Não mediremos esforços para apoiar iniciativas que gerem emprego e renda em nossa cidade”, pontuou.

O gestor da Unidade de Governo e Finanças, José Antonio Parimoschi, aproveitou a ocasião para apresentar o novo modelo de gestão por plataformas de serviços adotados nesta gestão, que visa melhorar a eficiência dos serviços prestados à população.

A ideia desses encontros entre o chefe do Executivo e empresários – que vêm sendo realizados desde maio – consiste em promover uma aproximação em busca de uma sinergia que contribua para encontrar saídas para a crise, além de discutir investimentos sociais e produtivos para a cidade.

Também participaram da reunião o gestor Messias Mercadante (Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia), além dos diretores Gilson Pichioli (Fomento à Indústria), Célia Castro (do Fundo Social de Solidariedade) e do assessor Carmelo Paoletti Neto (Cooperação Internacional).