Autor da morte de motorista de ônibus vai para a Cadeia

A delegada do Plantão Policial de Jundiaí, Milena Fernandes Gallardo Anhe, determinou a prisão em flagrante do operador de empilhadeiras Wesley Henrique Pinheiro, de 26 anos, que causou a morte do motorista de ônibus da Viação Jundiaiense, Adair Marangne, de 52 anos, o “Jarinu”, na noite de sábado, na Rodovia Vereador Geraldo Dias, em frente ao Terminal Cecap.

A delegada requisitou exame de dosagem alcoólica, mas o motorista se recusou a fazer os testes. Foi solicitada a presença do doutor Eugênio Carlos Grohmann, do Instituto Médico Legal (IML) que atestou conduta de embriaguez e efeitos de entorpecentes por parte do acusado.

A Polícia Militar realizou buscas no Fiesta utilizado por Wesley e encontrou uma lata de cerveja vazia e duas porções de maconha.

Diante da situação a delegada determinou o encaminhamento do rapaz para a Cadeia de Campo Limpo Paulista, com prisão em flagrante por homicídio culposo e ele deverá aguardar decisão da Justiça.

O corpo de Adair foi recolhido para necropsia no Instituto Médico Legal (IML) devendo ser liberado às 12 horas para velório no Montenegro, em Jundiaí.

%d blogueiros gostam disto: