Assessoria intensifica ações para pessoas com deficiência

Depois de sete meses desempregada, a auxiliar de coordenação Ana Laura Costa Pickard recebeu uma boa notícia logo no início deste ano, quando foi contratada pela Unip de Jundiaí. Ela é uma das sete pessoas que já foram beneficiadas em 2017 com a intensificação das ações do programa de empregabilidade para pessoas com deficiência oferecido pela Prefeitura de Jundiaí, por meio da Assessoria de Políticas para Pessoa com Deficiência (APPCD).

O apoio da Assessoria, segundo Ana, foi fundamental. “Eu estava procurando emprego pelas vias normais (jornais, sites, etc) mas não tinha conseguido nada. Me cadastrei no programa em outubro do ano passado e em janeiro consegui um emprego”, conta a auxiliar, que tem um problema conhecido como visão subnormal.

Já a professora Elisângela Aparecida Pelegrinelli, portadora de mielomeningocele, foi a primeira pessoa a conseguir um emprego por meio do programa, que existe há 20 anos e vêm sendo intensificado desde o início desta gestão. Segundo ela, a participação no projeto também foi determinante para o desenvolvimento da sua carreira. “Era muito difícil arrumar um emprego naquela época. Não fosse pelo programa, eu teria desanimado”, diz. Ela foi contratada em 1997 pela TV Educativa. No primeiro semestre deste ano, sete pessoas conseguiram emprego com auxílio da assessoria, número que já é superior a todo o ano de 2016, quando seis foram beneficiados.

De acordo com o responsável pela assessoria, Marco Antônio dos Santos, várias visitas foram realizadas a empresas de Jundiaí e Região a fim de conscientizar os empregadores sobre a importância de dar oportunidade a pessoas com deficiência, inclusive em atendimento à Lei de Cotas (8.213/1991). “Promovemos eventos este ano nos quais a questão da empregabilidade esteve em pauta”, comenta.

Para contar com o apoio do projeto, basta o interessado procurar a assessoria com o laudo comprovando a deficiência, para que seja feito um cadastro com seus dados pessoais e experiências. “Utilizamos este cadastro, que atualmente conta com cerca de 700 inscritos, para atender às demandas que recebemos das empresas. Estamos também fazendo uma busca ativa na cidade a fim de cadastrar mais pessoas”, afirma Marco Antônio. Ainda segundo o assessor, atualmente há 538 pessoas com deficiência empregadas na Região por meio do programa.

A Assessoria de Políticas para a Pessoa com Deficiência fica no Complexo Argos, no Espaço Pedagógico, sala 6, térreo. O endereço é avenida Doutor Cavalcanti, nº 396, Vila Arens. Mais informações pelos telefones (11) 4588-5323 e 4588-5324.

%d blogueiros gostam disto: