Programas sociais são destaque em reunião com ministro em Jundiaí

O prefeito Luiz Fernando Machado recebeu nesta segunda-feira (10) a visita do ministro de Desenvolvimento Social, Osmar Gasparini Terra, e da secretária Nacional de Assistência Social, Maria do Carmo Brant de Carvalho. Durante o encontro realizado no Paço Municipal, o chefe do Executivo tratou, juntamente com a Gestora da Unidade de Assistência e Desenvolvimento Social (Ugads), Nádia Taffarello Soares, de alinhamentos de programas sociais no município com a política nacional e frisou a necessidade de atenção especial para encaminhamentos feitos pelo ministério em favor de Jundiaí.

“Solicitamos propostas que melhorem a qualidade do serviço prestado à população e, por isso, requeremos a construção de um equipamento próprio para o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS Central), a reforma e cobertura da quadra esportiva no Cras do Novo Horizonte e a aquisição de um micro-ônibus e três vans para a Proteção Básica”, apontou Luiz Fernando. “Sem contar que desde o início do governo temos preconizado o credenciamento do município ao programa federal ‘Criança Feliz’, um importante legado que queremos deixar às crianças da nossa cidade”.

Osmar Terra enalteceu o empenho de Jundiaí e se comprometeu a atender as propostas. “Pedimos apenas que o município faça um elenco das prioridades e teremos o prazer em atendê-las. A Maria do Carmo, que tem uma ligação muito forte com Jundiaí, tendo aqui já morado, será de grande auxílio”, apontou o Ministro.

A gestora da UGADS explicou a importância da aquisição dos veículos para a rede da Proteção Social Especial. “Estamos estruturando nossa rede de serviço na assistência. E Jundiaí já possui uma oferta ampla de equipamentos culturais, esportivos e educacionais, mas precisamos levar os assistidos para que frequentem esses espaços”, elucidou Nádia.

Elogiando o trabalho das Unidades de Gestão em plataformas, Maria do Carmo disse acreditar no alinhamento das políticas municipais com as diretrizes federais, principalmente na aplicação do Criança Feliz: “Acreditamos que Jundiaí desenvolverá com sucesso esse programa de grande importância em nosso Ministério”.

Programas no Município

O “Criança Feliz” é um programa federal e passa por estruturações no Município. Ele prevê que agentes visitadores frequentem as casas em que há gestantes e crianças de até 1000 dias de vida (ou até seis anos para crianças com deficiência ou em abrigos), período em que a criança desenvolve, segundo estudos neurocientíficos, suas habilidades de linguagem, motoras e socioemocionais, servindo de apoio e elo das famílias com a Unidade de Saúde Básica e o Centro de Referência em Assistência Social (Cras) e promovendo o estímulo cognitivo da criança. As visitas são feitas no ambiente doméstico para fortalecer o apoio e o vínculo com as famílias, além de facilitar a identificação de eventuais problemas e carências.

Na Imprensa Oficial dessa sexta-feira (7), o Município fez o chamamento do supervisor do programa, que, uma vez nomeado, receberá treinamento pela secretaria Estadual de Desenvolvimento Social. O supervisor ficará responsável por visitadores, serão estagiários dos cursos de Pedagogia e Psicologia.

Já os programas “Primeira Infância” e de Segurança Alimentar encontram-se em fase de montagem de equipes intersetoriais, responsável pelas elaborações de planos municipais, bem como, no segundo caso, da estruturação de um banco de alimentos e de uma política de valorização do agricultor da região.

Planos para o Futuro

Impressionado com as dimensões de Jundiaí, Osmar Terra esboçou interesse em trazer dois grandes simpósios para a cidade. “Jundiaí tem potencial para receber grandes pesquisadores de renome mundial para discutir dois assuntos que são importante: um deles é a Primeira Infância e o outro é o efeito do consumo de álcool e de drogas nos números da violência, que venho pesquisando há anos. Precisamos fazer uma discussão séria a respeito, com embasamento científico, e a cidade me surpreendeu a ponto de me parecer uma boa opção para hospedá-la”.

Estiveram também presentes à reunião a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Vanessa Machado, e  os gestores das Unidades de Governo e Finanças e Educação, José Antonio Parimoschi; e da Casa Civil, Gustavo Maryssael de Campos.