Aplicativo da Prefeitura de Jundiaí oferece 86 serviços

Desde abril, a Prefeitura de Jundiaí disponibiliza um aplicativo (APP) para dispositivos móveis que tem por objetivo facilitar o acesso da população aos serviços públicos.

Disponível tanto para sistemas Android quanto IOS, a ferramenta digital, segundo o diretor presidente da Companhia de Informática de Jundiaí (Cijun) Amauri Marquezi, dobrou a quantidade de funções e serviços disponíveis.

https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.sp.cijun.appjun

“As atualizações são constantes. Começamos com cerca de 40 serviços. Atualmente estamos com 86. Até o final do ano devemos chegar a 100. O mobile aproxima a população da administração, que é um dos pilares do plano de governo do prefeito”, ressalta.

Moradora no Jardim Florestal, Francislaine Cabral, 32 anos, é mãe de dois filhos, sendo o caçula de apenas dois meses. O aplicativo a auxiliou no agendamento de consultas médicas na Unidade Básica de Saúde da Vila Rio Branco, para ela e para os filhos, sem sair de casa ou ter de fazer ligações telefônicas. “Fiquei sabendo do APP por uma matéria publicada. Usei, aprovei e já comentei com amigos e parentes. Esse tipo de tecnologia auxilia a população. Fiz os agendamentos rapidamente pelo celular e ainda tive a opção de escolher os melhores horários. Estou muito satisfeita”, detalha.

Outra funcionalidade apontada pela usuária foi a consulta do histórico de exames realizados, ainda na opção de Saúde. Os usuários cadastrados também recebem avisos sobre as suas consultas agendadas, uma forma encontrada para tentar reduzir a taxa de ausências – de 21% – nas consultas marcadas.

O setor com maior demanda por atendimentos da administração municipal de Jundiaí, Infraestrutura e Serviços Públicos, também está disponível no APP. Por ele é possível solicitar poda de árvores, corte de mato e até manutenção da iluminação pública. Foi o que fez a engenheira Amanda Oliveira Soligo, 35 anos. Identificou que no bairro onde mora, Anhangabaú, duas ruas estavam com problemas na iluminação pública e não teve dúvidas: abriu chamados pelo aplicativo da Prefeitura de Jundiaí. “Foi muito simples e rápida a instalação. Como não sabia o nome da rua corretamente, procurei no mapa que é disponibilizado na tela do celular. É bastante fácil de usar e interativo. Depois de fazer as solicitações de serviço, ainda naveguei para conhecer o sistema e fiquei surpresa. A programação cultural da cidade está disponível. Adorei”, comenta.

Segundo pesquisas, 90% da população possui smartphone e 70% não sai de casa sem o equipamento. Marquezi adianta que Jundiaí busca ampliar os pontos de acesso à internet de forma gratuita com a instalação de mais 250 quilômetros de fibra óptica para incrementar os 45 km já existentes.  A medida é mais uma forma de tornar a cidade cada vez mais digital.

Serviços

Pelo sistema é possível agendar consultas nas unidades básicas de saúde, visualizar o cardápio da merenda das escolas, solicitar serviços como limpeza e poda de árvores além de manutenção na iluminação pública, renovar empréstimo de livros na biblioteca ou imprimir recibos de tributos municipais.  Apesar de pouco tempo de lançamento, o aplicativo é elogiado por usuários pela interatividade, funcionalidade e resolutividade. Pontos que reforçam o compromisso firmado pelo prefeito Luiz Fernando Machado em implantar o governo digital na cidade.

Desde o lançamento foram feitos 2.731 downloads, que resultaram em 38.184 acessos e 2.282 cadastros para utilização. Foram realizadas 561 solicitações (304 enviadas com foto) e 47 agendamentos de consultas. Os próximos serviços que serão incluídos no aplicativo serão: lista de espera de creche, alertas de interdição de vias e falta de água, consulta de infrações de trânsito e itinerário de ônibus.

Merenda

O mais novo ícone dentro do aplicativo Prefeitura de Jundiaí é a consulta do cardápio da merenda das escolas da cidade. Segundo a diretora do Departamento de Alimentação e Nutrição da Unidade de Educação de Jundiaí, Maria Ângela Delgado, a intenção é facilitar o acesso dos pais ao que é servido aos filhos. “O cardápio é disponibilizado mensalmente e a consulta pode ser feita por escola. É um canal de informação e discussão de forma prática e ágil entre escola e população”, aponta.

%d blogueiros gostam disto: