Rede municipal volta a ser avaliada pelo Saresp

Dentro do compromisso do prefeito Luiz Fernando Machado de melhorar a qualidade da educação, Jundiaí fez adesão ao Saresp (Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo). Nos últimos dois anos – 2015 e 2016 –, as escolas do Sistema Municipal de Ensino não participaram. Neste ano, 7.825 alunos do Ensino Fundamental farão a prova marcada para novembro.

Desde 1996, o Saresp é aplicado pela Secretaria da Educação do Estado com a finalidade de produzir um diagnóstico da situação da escolaridade básica paulista, visando orientar os gestores do ensino no monitoramento das políticas voltadas para a melhoria da qualidade educacional. O desempenho das unidades escolares no Sistema também é utilizado para o cálculo do Idesp (Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo), o qual estabelece metas que as escolas devem alcançar ano a ano.

O prefeito Luiz Fernando Machado afirma que a avalição vai além de medir o desempenho dos alunos. “Essas iniciativas enriquecem todo o processo pedagógico oferecendo indicadores quantitativos e qualitativos importantes para direcionar as propostas pedagógicas”, destacou o prefeito.

De acordo com gestor da Unidade de Educação, José Antônio Parimoschi, o Saresp irá permitir aferir se os alunos estão aprendendo a Língua Portuguesa, Matemática, Ciências e Redação, que são essenciais para uma boa formação. “Estamos trabalhando o planejamento da educação, junto com os diretores e assistentes das escolas, bem como com os coordenadores e supervisores pedagógicos, pois, o objetivo principal é melhorar a qualidade da aprendizagem e da gestão escolar em Jundiaí”.

Aplicação

A prova ocorrerá em 49 escolas municipais.Serão avaliados, nas áreas de Língua Portuguesa e Matemática, 3.715 alunos matriculados no 3º ano e 3.972 no 5º ano do Ensino Fundamental 1, além de 73 estudantes do 7º ano e 65 alunos do 9º ano do Ensino Fundamental 2.

“Efetuada a adesão, agora estamos tratando de todos os encaminhamentos para a realização do Saresp em 296 classes. Essa prova será um instrumento importante para acompanharmos a evolução da aprendizagem dos nossos alunos e nos permitirá analisar onde são necessários mais investimentos, pensando sempre na melhoria da qualidade do ensino que ofertamos”, acrescenta a diretora do Departamento de Ensino Fundamental da UGE, Ellen Terezinha Cândido.

Dos 645 municípios do Estado, 611 fizeram adesão. Além das escolas estaduais e municipais, participarão escolas técnicas (ETEs) e particulares.

%d blogueiros gostam disto: