‘Operação Inverno’ atende população em situação de rua

Por conta das baixas temperaturas da estação, a Unidade de Gestão de Assistência e Desenvolvimento Social (UGADS) de Jundiaí realiza o o trabalho de busca ativa da “Operação Inverno” junto aos cidadãos em situação de rua para fornecimento de banho e higiene, atendimento de demandas, alimentação e abrigamento noturno em entidades associadas na cidade.

“Quisemos tornar esta ação social o mais humana possível”, esclarece o coordenador do Centro de Referência Especializado da Assistência Social para população em situação de rua (Centro Pop), Antonio Sérgio Pereira. “Como novidades na ação deste ano, passamos a fazer as buscas ativas durante o dia e à noite, em locais onde é mais costumeira a concentração da população de rua, centralizamos as ações aqui no Centro Pop, passamos a distribuir durante todo o dia a sopa de suplementação alimentar fornecida pela Fundação Municipal de Ação Social (Fumas) e aumentamos as vagas oferecidas pelos abrigos.”

Os grupos trazidos pela equipe da UGADS ao Centro Pop são encaminhados para o banho e atendimento de necessidades e recebem alimentação. Voluntários das entidades Ararate (que fez também uma doação de roupas de inverno e cobertores), Somos todos Solidários, Nossa Senhora dos Pobres, Operários da Verdade e Igreja Batista, que distribuíam alimentos, lanches e sucos em diversos pontos da cidade, passaram a fazer a distribuição no próprio Centro Pop, a partir das 18h.

Em parceria com a Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ), iniciou na noite dessa segunda-feira (3) a atuação no Centro Pop dos alunos da Faculdade, que, por meio dos projetos Vozes na Rua e Novo Olhar, prestam assistência médica, social e psicológica à população em situação de rua que chega para atendimento durante a “Operação Inverno”. A ação dos alunos segue nos dias 5, 7, 24, 26 e 28 de julho.

Os atendidos em situação de rua que optam pelo abrigamento são encaminhados ao Serviço de Obras Sociais (SOS), na região Central; à Casa Santa Marta, no bairro do Poste; e às unidades 1 e 2 do Centro Terapêutico Educacional Cristão (CTEC), respectivamente, no Caxambu e Parque Cecap. “Semana passada tivemos 184 abrigamentos. Há muitos casos, entretanto, de indivíduos que não aceitam o abrigamento, principalmente aqueles que olham carro na rua ou fazem carregamento em feiras livres logo cedo e temem perder hora se estiverem no abrigo. Nesses casos oferecemos o atendimento e ofertamos dois cobertores para proteção contra o frio”, ilustra Antonio Sérgio. “E quando todos os atendidos já estão abrigados ou encaminhados, nossa equipe faz uma nova repassada de buscas pela cidade.”

Para os atendidos cuja família consegue-se estabelecer contato, o Centro Pop procede com o encaminhamento. “Só encaminhamos se alguém no local de destino se responsabilizar pelo acolhimento. Não mandamos ninguém a outra cidade para permanecer na rua por lá”, afirmou

A “Operação Inverno 2017” segue até o dia 4 de agosto e é desenvolvida pela UGADS, em parceria com a Unidade de Promoção da Saúde, Fumas, Guarda Municipal (GM) e Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ). Durante as buscas, a UGADS aproveita para fazer os levantamentos anuais de recenseamento, que gera as informações e dados necessários para o planejamento da política de assistência e desenvolvimento social na cidade.

%d blogueiros gostam disto: