Guarda treina equipe para ações no Comércio Ambulante

A Unidade de Gestão de Segurança Municipal (UGSM), por meio do Centro de Instrução, Formação e Aperfeiçoamento Técnico Profissional da Divisão de Ensino da Guarda Municipal de Jundiaí (GMJ), promoveu durante duas semanas a capacitação dos agentes de fiscalização de posturas municipais. A segunda e última etapa com a entrega de certificados aos participantes ocorreu na sexta-feira (30) na sede da GMJ.

Orientando os trabalhos, o subinspetor Erich Streng Godoi, coordenador do Centro de Instrução, ressaltou a importância da parceria para a capacitação profissional. “Fortalecemos a aproximação dos servidores que atuam em segmentos diferenciados, porém integrados na rotina de trabalho desempenhando suas atribuições funcionais, cooperando dessa forma para o alcance junto ao interesse público com sucesso. A iniciativa contribui para que possamos desenvolver tecnicamente as atividades dentro dos ditames legais e em parceria, primando por ofertar cada vez mais serviços aos munícipes com qualidade e eficiência, ações produtivas e coesas”, afirmou.

Com relação à temática abordada, o graduado destacou que a mediação, dentro do campo do uso da força e negociação em meio a conflitos de interesses, tem sido método eficiente na solução pacífica de enfrentamentos.

As aulas de técnicas de Defesa Pessoal foram realizadas em salas de aula na Escola Superior de Educação Física (Esef) de Jundiaí e na Academia Espaço “A” Taekwondo. Ao todo a capacitação teve uma carga horária de 40 h/aula, distribuídas no decorrer de duas semanas. A experiência foi aprovada e a ideia é promover a capacitação continuada dos servidores em parceria com todas as Unidades e a Escola de Governo e Gestão do Município, e para a Guarda Municipal de Jundiaí o sucesso será a prestação de serviços ao cidadão.

A formatação desta capacitação atendeu à solicitação da chefe da Divisão de Fiscalização do Comércio, Cristina da Fonseca, também com a participação da chefe de Fiscalização do Comércio, a agente fazendária Isabel Cristina Andrade Silva, que há 23 anos em atuação no setor destacou a renovação na proposta. “Importante reciclagem em busca da ampliação dos conhecimentos; a aula de Defesa Pessoal foi um dos pontos altos para que possamos nos proteger inclusive no dia a dia, como cidadãos comuns, o que se deve e pode fazer”, disse a agente.