27 pessoas morreram nas estradas no Corpus Christi

O Comando de Policiamento Rodoviário (CPRv), órgão de execução da Polícia Militar do
Estado de São Paulo, em parceria com o DER/SP, Artesp e Concessionárias, todos alinhados ao
Movimento Paulista de Segurança no Trânsito e ao Programa de Redução de Acidentes de
Trânsito e Segurança Viária 2011-2020 (ONU), realizou no período compreendido entre as 00h de
14/06/17 e as 23h59min de 18/06/17, a “Operação Corpus Christi 2017”, nos mais de 22.000 km
de rodovias estaduais paulistas durante o feriado.

Abaixo, o quadro com as estatísticas da “Operação Corpus Christi 2017”, cabendo
destacar que houve uma redução de 6,9% de vítimas fatais em comparação ao feriado de 2016:

Acidentes com vítimas 363
Vítimas fatais 27*
Vítimas graves 89
Vítimas leves 399
Acidentes sem vítimas 536
Total de acidentes 899

Em que pese a forte presença do Policiamento Rodoviário nas estradas, é necessário
destacar que a maioria dos acidentes poderia ter sido evitada, pois, em grande parte dos
casos, a causa dos acidentes está relacionada à imprudência, negligência ou imperícia dos
condutores ou pedestres, tanto que das 27 vítimas fatais, 09 foram casos de atropelamento
de pedestres (o que corresponde a 33%), evidenciado, infelizmente, a relutância ao uso das
passarelas ao se atravessar as rodovias.

Em razão disso, com o foco principal na preservação da vida, a fiscalização de trânsito
foi rigorosa, conforme abaixo:

Foram lavradas mais de 22.300 autuações, além da captação de mais de 27 mil imagens de
radar com flagrantes de excesso de velocidade, o que demonstra que a imprudência dos
motoristas ainda é elevada;

Foram lavradas 691 autuações em decorrência de motoristas flagrados por dirigirem sob
efeito de álcool ou de outras substâncias de efeitos análogos, sendo que mais de 5.900
motoristas realizaram o teste do etilômetro (passivo e ativo), onde 23 foram autuados pelo
crime de embriaguez ao volante;

2.033 CRLV foram recolhidos;
353 veículos foram removidos aos pátios; e
1.173 CNH foram recolhidas.

No tocante aos aspectos criminais, mais de 56 kg de drogas ilícitas foram apreendidas;
75 pessoas foram presas em flagrante delito; 14 condenados foram recapturados e devolvidos
ao sistema penitenciário; 15 veículos produtos de ilícitos foram recuperados e devolvidos aos
seus proprietários; e 09 armas de fogo foram apreendidas.

Na foto, o local onde coronel da PM morreu com a esposa na Rodovia dos Bandeirantes, no Km 60, em Jundiaí.

 

%d blogueiros gostam disto: