Grupo na Vila Marlene tenta impedir prisão e agride PMs

Um grupo de moradores da Vila Marlene, em Jundiaí, atacou soldados da Rondas Ostensivas Com Apoio de Motocicletas (ROCAM) na noite desta segunda-feira (12), para tentar impedir a prisão de dois suspeitos de tráfico de drogas.

O grupo atirou pedras e pedaços de madeiras contra os policiais, que requisitaram apoio das demais viaturas e da Força Tática. Um homem foi preso com drogas e encaminhado para o Plantão da Polícia Civil.

Um homem deu entrada no Pronto Socorro do Hospital São Vicente de Paulo baleado na perna. Haverá investigação para definir de onde partiu o tiro.

Quem tiver informações sobre o grupo que atacou os policiais pode fazer denúncia no 181 ou 190.