Polícia prende estuprador no Centro de Jundiaí

A Polícia Militar prendeu, nesta sexta-feira, dia 19, no Centro de Jundiaí, um homem acusado de estuprar uma moça em Cabreúva.

Por volta das 15h30 a Polícia Militar, por intermédio da Equipe do CGP Dejem (2° Sgt PM Delgemo, Cb PM Pasin e Cb PM Rilley), realizava Policiamento Preventivo e Ostensivo pela Rua Coronel Leme da Fonseca, no Centro.

Próximo ao número 400 os PMs visualizaram o indivíduo Maikon Cassimiro dos Santos, de 26 anos, caminhando pela via, o qual demonstrou nervosismo com a presença dos policiais.

A equipe da PM o reconheceu de pronto como sendo suspeito de ter cometido crime de Estupro/Roubo pelo bairro Jacaré, en Cabreúva, em data recente, conforme descrição da vítima.

Ao fazer busca pessoal foram localizados pertences pessoais, como roupas e anotações acondicionados em um bolsa, além de recortes de revistas com colagens e anotações suspeitas, bem como cicatriz no braço, aparentemente ocasionado por arranhões.

Ao ser questionado ele negou qualquer crime, afirmando que estava à procura de estadia em albergue em Jundiaí, pois tinha receio de ser abordado pela Polícia em Cabreúva.

Em contato com o 1° DP de Cabreúva a equipe da PM forneceu informações e fotografia do suspeito, que foram repassadas à vítima, sendo que ela reconheceu com 100% de certeza o detido como o autor do estupro.

O suspeito foi conduzido ao referido DP, onde ao ser procedido o reconhecimento formal, a vítima entrou em pânico, por relembrar os momentos de “terror” em que viveu nas mãos do criminoso.

A jovem reconheceu o autor sem sombra de dúvidas e lembrou ainda de uma calça e boné utilizados no dia do crime.

O delegado da cidade requisitou a prisão temporária junto à Justiça, que concedeu a ordem de encaminhamento do rapaz para a Cadeia.

Em seguida foram adotadas as formalidades de Polícia judiciária, com o detido recolhido ao Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista.

O preso registra antecedentes criminais como segue: Lei Maria da Penha (violência doméstica); Ameaça; Lesão Corporal, Apropriação de Coisa Achada (art 169 do CP) e Roubo.

A prisão do acusado foi possível graças a um trabalho conjunto das forças de segurança envolvendo a PM, a Guarda Municipal e a Polícia Civil, que se uniram para tentar localizar esse homem.

Foto: Danilo Biazin

%d blogueiros gostam disto: