CPFL corta a energia do Hopi Hari

O parque de diversões Hopi Hari está sem abastecimento de energia elétrica e funcionando por meio de geradores há 17 dias. A Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL) cortou o fornecimento devido a falta de pagamento e busca negociar a dívida com os administradores do parque. O valor do débito não foi informado.

Em outubro, a Justiça aprovou o pedido de recuperação judicial feito pelo parque de diversões Hopi Hari. Junto com a decisão, foi determinado também o congelamento das ações e execuções contra o estabelecimento por seis meses, exceto as que demandam quantias ilíquidas, fiscais e ações trabalhistas.

Em agosto, a empresa entrou com o pedido para evitar a falência do empreendimento e tentar conseguir investidores para pagar uma dívida de R$ 330 milhões com credores. Na época, o advogado do parque, Daltro Borges, afirmou que pelo menos 50% da dívida do local era com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e, por isso, sem a recuperação judicial, ficaria impossível ter acesso às linhas de crédito e o grupo seria obrigado a decretar falência.

(Fonte: G1)