100 mil serão beneficiados com reformas, anuncia Miguel

O deputado federal Miguel Haddad (PSDB-SP) fez uso da tribuna do plenário da Câmara dos Deputados, em Brasília, para defender a aprovação do Cartão Reforma. O benefício foi aprovado pela Casa na noite da última terça-feira (28), e agora segue para o Senado, onde será discutido e votado até 19 de abril.

Miguel, que participou desde o início da Comissão Mista do projeto, acredita que o benefício vai ao encontro das pessoas que mais precisam reformar ou construir seus lares. “É uma medida inteligente, sem burocracia, que vai beneficiar mais de 100 mil famílias que ganham até R$ 2,8 mil. São pessoas que necessitam de pequenas intervenções para melhorar suas casas. O programa é de grande valia para milhares de brasileiros que precisam deste auxílio”, comemorou o deputado após a votação.

Durante a discussão no plenário, Miguel utilizou a tribuna para defender a votação do texto, já que o PT e outros partidos de oposição queriam retirar a matéria da ordem do dia. “Querer justificar a não aprovação do Cartão Reforma é um prejuízo à população de baixa renda. O projeto se justifica pelos valores destinados e pelo ganho social que ele trará aos que mais precisam.”

O programa terá recursos previstos de R$ 1 bilhão a fundo perdido, ou seja, o beneficiário não precisa pagar ao governo. Foi aprovada ainda uma emenda que aumenta de 10% para 20% os recursos destinados a residências localizadas em área rural. Apesar de o texto da medida não fixar um valor para o benefício, a previsão é que o subsídio destinado para cada família para a compra de materiais de construção seja de R$ 5 mil. Pela proposta, a escolha das famílias beneficiadas ficará a cargo das prefeituras municipais.