Pacientes ficam sem acompanhantes no PA

O leitor Alexandre Cacique reclama que o Pronto Atendimento Central do Hospital São Vicente de Paulo adotou sistema onde os acompanhantes de pacientes devem esperar por eles na rua.

Alexandre disse que os doentes ficam na recepção por horas, e quem está do lado de fora fica sem notícias, preocupados. Também sofrem com chuva ou sol forte.

Há vários dias o Hospital São Vicente adotou esse sistema para reduzir o número de pessoas que ficava na Recepção.

O hospital informou que estava havendo abusos, com reflexos no atendimento dos pacientes.

Além de vendedores ambulantes se instalavam na Recepção os moradores de rua, que estavam utilizando os banheiros dos pacientes para suas necessidades, inclusive nas pias e no chão. A equipe de limpeza não estava vencendo.

Pelo local passam 12 mil pessoas por mês com algum tipo de problema de saúde e estavam ficando vulnerareis a outros problemas.

A direção do hospital vem adotando medidas que estão sendo adaptadas até encontrar uma situação confortável para todos. À noite os acompanhantes voltaram a ter acesso à Recepção.

Grandes hospitais particulares já fazem essa triagem, como Paulo Sacramento e Sobam.