Zona Azul terá tolerância e fim do dinheiro

A Unidade de Mobilidade e Transporte da Prefeitura de Jundiaí esclarece que vai continuar dando tolerância de 10 minutos aos motoristas que pararem nas vagas da Zona Azul da cidade e já está em fase de teste um sistema para dispensar o uso de dinheiro em mãos, sem a necessidade do usuário sair e voltar ao veículo (em São Paulo já está funcionando sistema por aplicativo – foto). Atualmente estão disponíveis 3.437 parquímetros.  

Ainda sobre o assunto, a Prefeitura enfatiza que não procede a informação sobre a “criação de rotas de multas” na cidade de Jundiaí. 

O que ocorreu é o reposicionamento das equipes e rotas operacionais nos principais corredores, bem como de agentes nos principais cruzamentos e equipe dedicada para o atendimento das solicitações recebidas na Centro de Controle Operacional, tem o objetivo de reduzir o tempo de atendimento às ocorrências de trânsito de forma a melhorar as condições de fluidez e segurança.

“A orientação da Unidade de Mobilidade e Transporte é que a postura do agente de trânsito seja, prioritariamente, de orientar e coordenar o trânsito. Prova disso é que, neste ano de 2017, dos 15 mil avisos de infrações/mês apenas 300 autos foram convertidos em multas. Para comparativo, até o ano passado, o pico de multas chegou a 800 autuações/mês no rotativo. São cerca de 70 profissionais que atendem à malha viária de Jundiaí, tendo como atribuição reforçar a segurança no trânsito tanto para os motoristas, quanto para os pedestres”, diz nota da Prefeitura.