DISE acaba com o Carnaval do tráfico

Uma grande operação de combate ao tráfico de drogas foi realizada nesta semana pela Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE) de Jundiaí. Os policiais comandados pelo investigador Leandro Basson realizaram apreensões em Jundiaí, Várzea Paulista, Campo Limpo Paulista, Itupeva e Cabreúva. Foram apreendidas três armas, inclusive uma submetralhadora e 20 quilos de drogas diversas. Oito pessoas foram para a Cadeia e vão aguardar julgamento da Justiça.

A operação da DISE serviu também para identificar e prender integrantes de uma quadrilha que vinha roubando residências na região de Jundiaí.

De acordo com o policial Basson, que chefia o setor de Investigações, há três meses chegaram informações sobre o bando. Os investigadores iniciaram levantamentos.

São Camilo
No último dia 17 os policiais foram para um apartamento no Jardim São Camilo. Lá, prenderam Júlio César Silveira de Camargo, o “Coxa”, de 21 anos. Além de ser responsável por distribuir as drogas em Jundiaí e região, ele é apontado como líder das quadrilha que roubava residências e invadia condomínios. Em seu apartamento os policiais encontraram um revólver calibre 38 municiado e diversas porções de maconha. Júlio colaborou com os policiais, passando informações importantes.

Vila Nambi
Após a prisão de Júlio os investigadores foram para o bairro da Vila Nambi, onde realizaram novas buscas em uma residência e localizaram 13 quilos de maconha, 7 quilos de cocaína e uma submetralhadora 9 milímetros.

Tarumã
Ainda nos levantamentos realizados pelos investigadores da Polícia Civil surgiu um endereço no Jardim Tarumã. Na casa foi localizada uma pistola 6,35 além de diversos utensílios roubados, que foram devolvidos para as vítimas.

 

Vila Popular
No dia 21, os investigadores voltaram para as ruas e foram para a Vila Popular, onde foi preso Leandro Lúcio do Nascimento, de 22 anos. Ele estava em uma casa que funcionava como central de armazenamento de drogas. Foram apreendidos 10 quilos de maconha em tijolos. O entorpecente seria distribuído durante o Carnaval em Várzea Paulista.

Cabreúva, Campo Limpo e Itupeva
No dia 22 os policiais da Delegacia de Entorpecentes continuaram no caso e nas ramificações conseguiram prender AlexSandro Moreira, de 27 anos, em Campo Limpo Paulista; André Luís da Silva, de 37 anos, de Itupeva e Jonathan William Costa da Silva, de 18 anos e Cícero Santos Pereira, de 38 anos, de Cabreúva.

Também foram realizadas novas buscas em Várzea Paulista, com a prisão de Rodolfo Aparecido Pereira dos Santos, de 26 anos. O total de drogas apreendidas que seriam vendias no Carnaval foram 2.145 porções, entre crack, cocaína e maconha.

 

O delegado Antônio Seleguin Júnior determinou o encaminhamento de todos para a Cadeia Pública em Campo Limpo Paulista, até decisão da Justiça. O delegado Seccional de Polícia Civil, Luiz Carlos Branco Júnior, quer que as ações contra os distribuidores de drogas sejam constantes e quem quiser pode fazer denúncias pelo telefone 181.