ATEAL inaugura exposição com 170 fotos

No dia 10 de fevereiro, a ATEAL lança, em Campinas, a segunda exposição do Projeto Mais que Mil Palavras, uma exposição fotográfica, feita com fotógrafos surdos. Lança também, o dicionário de libras ilustrado e regional, Vivenciando Libras Campinas.

Sobre o projeto Mais que Mil Palavras
O projeto Mais que Mil Palavras, aprovado pela Lei Rouanet, foi criado em 2012, e trata de fomentar a cultura através do tema inclusão social e símbolos, com um novo olhar interpretativo para nosso dia-a-dia e para a questão da semiótica visual, por meio de uma exposição de fotografias mostrando ícones, símbolos e gestos do nosso dia-a-dia, que tem diferentes sentidos para o surdo. Além dessa exposição, o projeto produziu o primeiro dicionário de Libras regional, de Jundiaí, o Dicionário Vivenciando Libras, um dicionário de libras totalmente ilustrado, com sinais relacionados a temas da cidade de Jundiaí.

Sobre a exposição
O projeto Mais que Mil Palavras teve a sua primeira edição em Jundiaí, e sua exposição teve grande sucesso na cidade, além do dicionário lançado para auxiliar as pessoas que usam a LIBRAS, e pessoas interessadas na língua de sinais. Após a finalização do primeiro projeto, a ATEAL resolveu desenvolver o projeto para a cidade de Campinas, traçando um novo olhar ao tema, agora da vertente do deficiente auditivo. As oficinas de fotografia, contaram com duas fotógrafas como instrutoras, Juliana Bueno, e Renata Magrin, e foram realizadas por três meses dentro da ATEAL, com 11 pacientes, transformando-os em fotógrafos aprendizes na produção desta nova exposição, ou seja, serão as fotos deles que serão expostas. A autora do livro, Amanda Ballarin Dias, realizou a pesquisa sobre os sinais relacionados à cidade de Campinas, e compôs o novo Dicionário Vivenciando LIBRAS – Campinas, que ainda conta com símbolos do cotidiano, figuras de linguagem, e expressões idiomáticas em Libras.

A curadoria é de Giovanna Cardin, que desenvolveu uma parte interativa para a exposição, com as expressões idiomáticas. A exposição terá cerca de 170 fotos divididas entre paisagens, grafismos e perspectivas, mais que mil palavras e expressões idiomáticas. Uma exposição que unirá a comunicação em imagens.

O resultado foi a satisfação de cada um envolvido no projeto, felizes por poderem compartilhar e interagir com o expectador, revelando suas habilidades de comunicação social e cultural através da fotografia.
Uma excelente oportunidade para conhecer um pouco mais sobre essa cultura e o belo trabalho realizado por crianças e adolescentes surdos, assistidos pela ATEAL.

O lançamento da exposição e do livro será no MIS, em Campinas, a de 10 de fevereiro a 9 de março. Após essa data, a exposição fará uma temporada no Maxi Shopping Jundiaí, de 10 a 31 de março.

Um projeto da Lei Rouanet – Lei Nacional de Incentivo à cultura.

Fundada na cidade de Jundiaí, em 1982, a ATEAL – Associação Terapêutica de Estimulação Auditiva e Linguagem, é uma associação civil, assistencial e de pesquisa, sem fins econômicos. É credenciada pelo Ministério da Saúde para atendimento na Rede de Saúde Auditiva, pelo Sistema Único de Saúde (SUS), para atendimentos a pacientes de
Jundiaí e mais 18 municípios da região.

%d blogueiros gostam disto: