Novo Hopi Hari vai gerar mil empregos

O Parque Temático Hopi Hari, na Rodovia dos Bandeirantes, em Vinhedo, foi vendido. Ele pertence agora à família Abdala, ligada ao setor imobiliário. Além de investir no parque, para que saia de uma recuperação judicial, o empreendimento terá a partir de julho de 2017 a maior montanha russa do Brasil, com 10 inversões.

Em agosto deste ano a Justiça de Vinhedo concordou com o plano de recuperação apresentado pela diretoria do Hopi Hari. Na época, houve muitos protestos de trabalhadores, sendo que o grupo optou por pagar os bancos, do que os salários e indenizações.

Em novembro, com o acordo na Justiça, o parque concluiu também a proposta de aquisição da maior montanha russa do País. O objetivo é tornar o parque ainda mais atrativo, trazendo de volta turistas de todo o País. Trabalhadores dispensados e com experiência devem ser chamados para o processo de recuperação do parque. A expectativa dos empreendedores é de que sejam criados até mil postos, entre funcionários diretos e indiretos. A previsão de inauguração da nova montanha russa é para julho de 2017.

O negócio para transferência da propriedade do empreendimento ocorreu quinta-feira (29), com a assinatura de contrato em que o diretor Luciano Correa alienou 75% das ações representativas do capital social da HH Participações a José Luiz Abdalla, empresário do setor imobiliário, e, na mesma data, 5% das ações representativas do capital social da HH Participações a Marcel Andre Molon, Diretor da Companhia, formando bloco de controle regulado por Acordo de Acionistas (a “Operação”).

Os novos donos do Hopi Hari também vão investir em hotéis no entorno do parque, como ocorre na Disney e outros parques pelo mundo. A expectativa é de que sejam construídos 1.200 apartamentos para receber turistas.

Com os novos investidores, o Hopi Hari vai virar uma companhia forte, sob nova liderança, com novo balanço patrimonial e capacidade técnica e financeira que propiciará a implementação de seu plano de investimentos.