Funcionários de PA fazem reclamação

Funcionários do Pronto Atendimento (PA) da Ponte São João, em Jundiaí, reclamam das condições de trabalho.

Eles informam que trabalham em “barracão improvisado”, sem lugar adequado para descanso e muito menos para alimentação.

O banheiro é dividido com pacientes.

“Não temos clínico devido o prefeito ter cortado todas as horas extras de todos os funcionários, e já trabalhamos num ambiente propício de sermos violentados, somos insultados todos os dias por pessoas que não estão doentes, que desperdiçam nosso tempo e porque querem atestado”.

“Veja bem quem está ruim realmente é atendido. Se estiver ruim não tem força nem energia pra brigar. E vale ressaltar que constrangimento a funcionário público no posto de trabalho é crime”.

O Pronto Atendimento é administrado pela Prefeitura de Jundiaí.