Ônibus que saiu de Jundiaí foi metralhado em SP

Ônibus que saiu de Jundiaí foi metralhado em SP

Um ônibus fretado, que saiu de Jundiaí levando um grupo para gravação de DVD em Santo Amaro, foi metralhado pela Polícia Militar, em São Paulo, depois que a empresa ligou no 190 avisando que o veículo vinha rodando havia várias horas fora da rota.

A PM informa que usou mais de 20 viaturas e tentou parar o ônibus, mas o motorista atirou com um revólver calibre 38 contra as viaturas. Foram disparados 71 tiros na lataria do ônibus, para-brisa e pneus.

Os soldados relatam que tentaram fazer o ônibus parar por várias vezes, mas estava em alta velocidade. Que o motorista dirigiu na contramão na Marginal do Tietê e só foi parado atrás do Anhembi. O ônibus deveria ter ficado o tempo todo em Santo Amaro, esperando os passageiros.

O delegado que cuida do caso achou estranha a versão dos PMs, ao ver o ônibus metralhado.

A empresa de ônibus, que é de Louveira, informou que o veículo que saiu com um grupo de Jundiaí rodou mais de 140 Km fora da rota. O administrador da empresa, José Antônio Apolinário, disse ao SPTV da Rede Globo que a Vapene Tur ligou várias vezes no celular do motorista, mas ele não atendeu a ligação e resolveu comunicar a PM do fato.

Os passageiros tinham sido deixados em Santo Amaro, quando o motorista rodou pelas ruas da Capital por 4 horas sem explicação.

O motorista, Daniel, foi baleado na região da boca e está internado, em São Paulo.

A Polícia Militar acredita que o motorista do ônibus surtou.

O delegado que cuida do caso espera o motorista melhorar, para ouvir o outro lado da história.

Veja reportagem do SPTV –
http://g1.globo.com/…/sptv-segunda-edicao-edicao-d…/5531135/