Prefeita de Cajamar é cassada

O Juiz Eleitoral de Cajamar, Doutor Filipe Antônio Marchi Levada, cassou o registro de candidatura da atual prefeita Ana Paula Polotto Ribas de Andrade (PSB) na tarde desta quinta-feira (03).

Ela foi reeleita nas eleições de 2 de outubro com 65,19% dos votos válidos. A prefeita vai recorrer da decisão.

Na sentença, o juiz entendeu que a prefeita fez uso da máquina pública em benefício da própria candidatura e praticaram ações em benefício da coligação encabeçada pela atual prefeita, como a pavimentação no bairro do Gato Preto, conforme provas apresentadas em processo, informa o site Diário Cajamarense.

O processo que cassou o registro de candidatura da atual prefeita eleita Paula Ribas e vice Dalete Oliveira foi movido pela Advocacia Lima (Edmilson Lima e Denis Lima)

Com a decisão, a atual prefeita Paula Ribas (PSB) e sua vice Dalete de Oliveira (PC do B) podem ficar inelegíveis para os próximos oito anos.

O juiz determinou ainda que tanto o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), como o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sejam comunicados da decisão para realização de novas eleições para a Prefeitura de Cajamar.

Recurso
A prefeita e sua coligação podem recorrer em instâncias superiores. O juiz Filipe foi o mesmo que cassou o prefeito Daniel Fonseca, por uso da máquina pública nas eleições anteriores.

No caso de Paula, ele escreveu: “Ante as ponderações acimas, inarredável a conclusão de que houve desvio de finalidade na execução das obras de pavimentação, as quais externaram o abuso do poder político e econômico e, principalmente, gravidade e potencialidades lesivas tamanhas a ponto de desequilibrar, e muito, as últimas eleições municipais majoritárias.”

%d blogueiros gostam disto: