Fique atento com a desnutrição das crianças

O Ministério da Saúde aponta que 60% das crianças brasileiras, na fase inicial de alimentação sólida (entre 6 meses e 2 anos), ingerem alimentos saudáveis como legumes e verduras com frequência. Por outro lado, mais de 40% delas já consome alimentos industrializados ricos em açúcares e conservantes.

De acordo com a nutricionista Joana Carollo, da Nova Nutrii, os pais devem ficar atentos, porque alguns alimentos não estão alimentando os filhos como deveriam.

As crianças podem apresentar fraqueza, falta de apetite, apatia, pele e cabelos ressecados e, sobretudo, problemas de saúde recorrentes.

“A carência de vitaminas, sais minerais e outros micronutrientes pode prejudicar a resposta imunológica”, explica a nutricionista.

Joana disse que a alimentação deve conter nutrientes balanceados. O descontrole causa, como problema, o atraso do desenvolvimento intelectual e físico da criança.

Diante disso, como enfrentar o problema? A nutricionista orienta os pais a procurarem ajuda de profissionais. Quando for necessário, pode fazer uso da suplementação alimentar.

Dentre as dicas estão: cumpra horários de alimentação, procure variar os cardápios, evite a introdução de alimentos industrializados e com açúcares, não caia nas armadilhas das indústrias que fazem propaganda de “alimentos ricos em vitaminas e fortificados”.

Faça uma fiscalização do que é levado na lancheira para a escola.

%d blogueiros gostam disto: