Juíza pede adiamento de julgamento de Marcão Marchi

A juíza do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Cláudia Fonseca Fanucchi, pediu adiamento do julgamento da impugnação de Marcão Marchi (PSD), candidato a prefeito de Itupeva.

A juíza pediu prazo para analisar o caso. De acordo com o TRE, os votos de Marcão sairão como zero na contagem final das urnas, estando sub- judice.

O julgamento foi adiado por três vezes.

Marcão teve o nome incluído em lista do Tribunal de Contas, por causa de relatórios da Câmara Municipal de Itupeva.

O candidato disse que já pagou tudo o que era exigido e foi incluído injustamente nessa lista da Ficha Limpa.

Se não houver julgamento até as eleições, os votos de Marcão serão zerados na contagem final do TRE para Itupeva.

Caso ele tenha mais votos, não poderá assumir a Prefeitura e quem ocupará o cargo a partir do dia 1º de janeiro de 2017 será o presidente eleito da Câmara Municipal, enquanto houver recursos, conforme Resolução do TSE 23.456/2015: Art. 171..