SUPERMAX: Entre o Céu e o Inferno

Um ex-padre e um jovem com apreço por temas satânicos confinados num presídio abandonado. Nando (Nicolas Trevijano) e Dante (Ravel Andrade) vão viver entre a dicotomia de suas crenças e temperamentos tão distintos, e a união em prol da sobrevivência, quando a situação começar a apertar para os participantes de ‘Supermax’.

“Os dois têm a ver. São ambos devotos de uma coisa muito forte nessa história do bem e do mal. Apesar de antagônicos, tem uma coisa de o padre querer o bem do menino. O Dante, apesar de se identificar com o Nando, também se incomoda, não se aproxima tanto, não leva muita fé”, resume o ator Ravel Andrade, que interpreta o jovem.

Nando é um cara comedido, que se diz injustiçado, e tenta controlar as visões que costuma ter desde que era criança. Lidar com um rapaz com preceitos antagônicos não vai ser uma coisa exatamente fácil. “É um embate de ideologias. O Dante vai passando por coisas com que o padre não sabe lidar. Mas ele vê suas atitudes como uma coisa quase infanto-juvenil. Eles não sabem pelo que vão passar. Mas o Nando vai ter também um lado de aconselhamento, tentando orientar Dante. Tem um momento em que ele avisa: ‘não flerta com o outro lado porque ele realmente existe’.”, conta o ator Nicolas Trevijano, que vive o ex-padre.

É que Dante, o mais novo dos 12 confinados do reality show, é daquele que perde o amigo mas não perde a piada, que transita entre o bom humor, o sarcasmo e um certo ar sombrio. “Ele é um cara engraçado, extrovertido, sarcástico. Gosta de aprontar bastante e acaba sendo mesmo o mais ‘trevas’ do grupo. Vai ter muito susto”, despista Ravel.

‘Supermax’ é uma criação de José Alvarenga Jr., Marçal Aquino e Fernando Bonassi e tem direção geral de José Alvarenga Jr. A série vai ao ar às terças-feiras depois de ‘Justiça’.