Greve dos bancários prossegue sem acordo

A sétima rodada de negociação entre o Comando Nacional dos Bancários e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) terminou sem avanços nesta terça-feira (13), em São Paulo.

Os bancos insistem com reajuste de 7% nos salários, abaixo da inflação, e abono de R$3,3 mil, sem compromisso com emprego da categoria.

Os bancários reivindicam 14,5% de reajuste nos salários, incluindo a perda da inflação no período de um ano e reposições de perdas anteriores, além da garantia do serviço, mais contratações e fim do assédio moral, onde os trabalhadores são obrigados a cumprir metas de vendas de produtos dos bancos.

Uma nova rodada de negociação foi marcada para quinta-feira (15), em São Paulo. A greve continua.

%d blogueiros gostam disto: