Estreia nos cinemas “Virei um Gato”

A comédia Virei um Gato (Nine Lives, Canadá/EUA, 2016), com estreia marcada para o dia 8 de setembro, conta a história o empresário Tom Brand (Kevin Spacey) que só pensa em trabalho e não tem tempo em sua rotina para outras tarefas como por exemplo ficar com a família. Porém, Brand sofre um acidente e, ao recobrar a consciência, passa a ver a vida sob uma nova e inesperada perspectiva: dentro do corpo de um felino, animal pelo qual nunca teve afeição.

Dirigida por Barry Sonnenfeld (da trilogia MIB – Homens de Preto), de forma descontraída aborda a temática workaholic, pessoas que trabalham compulsivamente, colocando o trabalho antes de qualquer área das suas vidas. Ou seja, é um vício que pode se transformar em doença se o estresse for muito alto, trazendo consequências para a saúde.

No longa, após ser adotado por sua família, o empresário, que se torna um lindo gatinho rabugento, inicia um processo de reflexão sobre sua postura perante diversos campos de sua vida inclusive em relação ao trabalho.

Claro que não é preciso virar um gato para identificar um perfil workaholic, basta conferir a lista abaixo:
– Conversa sobre trabalho com frequência, é o principal assunto na sua rotina;
– Discute sempre desempenhos de colegas e do empregador;
– O sono é sempre interrompido por questões de trabalho;
– Verifica e-mail fora do expediente e corre para a empresa por qualquer problema;
– Quando tira férias, leva trabalho na bagagem ou fica conectado a cada 15 minutos;
– Cancela viagens de lazer para dar conta das demandas;
–  Toda vez que vai para casa, dá boa noite ao último colega do escritório, funcionário da limpeza noturna ou vigia do prédio.

 

%d blogueiros gostam disto: