DENARC apreende 3 toneladas de drogas em Campinas

A Polícia Civil prendeu cinco pessoas, incluindo três militares do Exército, flagradas com cerca de três toneladas de maconha, no começo da madrugada deste domingo (28), em Campinas, no interior de São Paulo.

Após três meses de investigações, uma equipe da 5ª Delegacia da Divisão de Investigações sobre Entorpecentes (Dise), do Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc), descobriu que um carregamento de drogas chegaria a uma empresa desativada, utilizada como estacionamento, em Campinas.

Os policiais foram ao local e ficaram de campana. Algum tempo depois, os suspeitos, que estavam dentro da empresa, desconfiaram da movimentação e tentaram fugir a bordo de veículos – um deles um caminhão do Exército.

Houve troca de tiros entre os militares e os policiais. Após o confronto, dois cabos, que estavam no caminhão, foram presos em flagrante e logo assumiram que o entorpecente estava no veículo. Eles disseram, ainda, que haviam trazido a droga de Campo Grande (MS).

Um terceiro cabo foi ferido na ação e localizado posteriormente em um hospital de Limeira. O militar foi detido e será levado ao Denarc.

Outros dois homens, que tentaram fugir em uma Fiorino, também foram presos. Segundo a Polícia Civil, eles teriam ido à empresa desativada para pegar a maconha. Foi apreendida uma pistola de calibre 380, com numeração suprimida, utilizada pelos cabos e mais uma van, abandonada por outros criminosos que escaparam.

A polícia acredita que duas pessoas tenham fugido. A estimativa é que tenham sido recolhidas 3 toneladas de maconha. A droga ainda será pesada e periciada. A ocorrência está sendo registrada e as investigações prosseguirão.

%d blogueiros gostam disto: