Delegacias registrarão número de chassi das bicicletas nos BOs

O secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, anunciou a publicação de uma resolução que visa determinar a inclusão do número de série registrado no quadro das bicicletas nos boletins de ocorrência de roubo e furto. A medida será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) nas próximas semanas.

Mágino explicou que o cadastro desse dado será semelhante ao que hoje ocorre com os celulares roubados e furtados, que têm o seu número de identificação, o IMEI (International Mobile Equipment Identity), incluídos nos BOs. Desta forma, além de inibir esse tipo de crime, a iniciativa ajudará a polícia a identificar o proprietário da bicicleta quando ela for recuperada.

“O número que está gravado no quadro da bicicleta vai constar no sistema do Detecta e o patrulheiro, quando estiver na rua com o TMD [tablet], e fizer uma abordagem, consultando o número do chassi da bicicleta, vai poder verificar se a bicicleta é lícita ou não, se é produto de um furto ou roubo, e apreender a bicicleta”, ressaltou o secretário da Segurança.

Ainda durante o anúncio da medida, Mágino afirmou que “é mais uma forma de combater essa prática criminosa”. O secretário esclareceu que, se o número do quadro da bicicleta estiver adulterado, esse fato já justificará a possibilidade de o objeto ser apreendido e levado a uma delegacia de polícia. No distrito policial, a equipe poderá verificar os registros criminais da região relacionadas a bicicletas com as mesmas características.

O titular da SSP falou, ainda, que a inclusão desse número não será obrigatória para o registro da ocorrência, porém, disse que as pessoas serão aconselhadas e estimuladas a registar e guardar em casa o número de série para “permitir essa identificação da bicicleta caso ela seja recuperada”. “Essas e outras medidas serão adotadas para a gente coibir essa ação criminosa”, finalizou Mágino.

%d blogueiros gostam disto: